Arquivo

Archive for the ‘Eventos’ Category

The Evolution of Modern Product Discovery

Teresa Torres é Product Coach e no evento PRODUCTIZED em Lisboa, Portugal ela apresenta em 30 minutos um ótimo entendimento do que o time de produto faz e qual o seu objetivo. Um dos pontos interessantes é quando utilizar cada dinâmica para chegar a um determinado resultado, o que não é nada trivial.

Vale muito a pena assistir.

https://www.producttalk.org/2017/02/evolution-product-discovery/

DevCommerce 2016

Dia 07/Junho estive no DevCommerce 2016, evento voltado para desenvolvedores de e-commerce. Como de costume, faço as minhas anotações e compartilho com todos. Então vamos lá:

Case de migração de Plataforma Magazine Luiza e laboratório interno de desenvolvimento (André Fatala – CTO Luiza Labs)

E-commerce

  • ASP 3.0
  • API conversando com ASP e REST para checkout
  • API -> Checkout + Catálogo
  • API Gateway (camada entre mundo interno e externo)

Bob – Sistema de recomendação
Clube da Lu- Desenvolvido em 16 horas
Lista de Casamento

2014 Luiza Labs passou a tomar conta do e-commerce
Samsung montou o e-commerce usando a estrutura da magazine. Desenvolvimento em 3 meses.

Ricardo falou sobre os testes automatizados

Utilizam o Trevis para integração continua. Roda os testes automatizados.
Pull Requests com validação
Todo desenvolvimento sai com API + Doc + logo + testes + etc.

Foco na criação de produtos de mercado sempre que estão desenvolvendo algo novo.

Change log de tudo.
#postmortem no slack para o mercado

Ecossistema Python utilizando Jungle
Case Samsung -> nova plataforma para atender novo projeto

Migração para versão 2.0 criando uma API Gateway que a partir do payload transforma a request para V1 ou V2

Comentário: Gostei da palestra pois deu uma visão geral de tecnologia e como eles trabalham


Desenvolvimento de e-commerce centrado no usuário. Processo de desenvolvimento e 20 práticas de melhorias de UX (Thiago Vian – Product Designer Iugu)

Metodologia – Design centrado no usuário
UCD – Engenharia Ágil

Ferramentas

  • Entender
    • Histórias de Usuários
    • Personas
    • Cenários
  • Observar
    • Grupo focal
    • Pesquisa quantitativa
    • Cardin sort
    • BrainStorming
  • Idealizar
    • User Flow
    • Mud Boards
  • Protótipo
    • Protótipo
    • WireFrames
    • Sketches – Rascunhos
  • Testar
    • Teste A/B
    • Eye Tracking – mapa de calor
    • Teste de usabilidade

20 teorias comprovadas

  • Barra de Busca
  • Uma imagem para cada cor
  • Exiba o produto no contexto
  • Zoom em foto de produto
  • Guia de tamanhos
  • Selecionar a quantidade de produtos
  • Avaliação dos consumidores
  • Botões de compartilhamento
  • Lista de desejos
  • Compra rápida
  • Mini-carrinho de compras
  • Carrinho em tela toda
  • Fatores d segurança e confiança
  • Adicionar mais produtos no carrinho
  • Notificação de adicionar um produto no carrinho
  • SubTotal e valor da compra
  • Diferentes métodos de pagamento
  • Senso de urgência – estoque baixo e promoção
  • Salvar para depois – diferente da lista de desejos (usado para email marketing)
  • Seduza cliente com efeitos

Comentário: A pior palestra que assisti no evento. Nenhuma novidade, não falou sobre desenvolvimento e não conseguiu responder as perguntas da platéia.


Big Data com Elastic Search (Roger Mattos Co-founder e CTO Social Miner e Leandro Lustosa Engenheiro de software na Social Miner)

Palestrante falou de DDD (Domain Drive Design) aplicado ao e-commerce
Glio – Marketplace de cosméticos

Falou bastante sobre o livro do Eric Evans.

Comentário: Apesar de poucas anotações e não ser 100% voltado para DEV, gostei muito da palestra. Uma das melhores do evento.


Geolocalização + Ecommerce (Alexandre Gaigalas – Desenvolvedor na Easy Taxi)

Easy Taxi utiliza MongoDB
Busca pot Tiers
Distância é relativa dependendo das vias
Easy Share tem o mesmo conceito do Uber Pool. Equação muito complexa para funcionar.
Utiliza o http://geojson.org/.

Comentários: Uma das melhores palestras do evento. Conseguiu entrar no detalhe de como eles fazem o algoritmo e quais as dificuldades e melhorias que precisam aplicar. Muito bom mesmo.


React para aplicações Web e Mobile como plataforma de e-commerce (Breno Calazans – Software Engineer na VTEX)

Lojas tornarem-se aplicações Web
Facebook criou o React

  • Trabalha com componentes
  • Código previsível
  • Tudo é JavaScript
  • Virtual DOM
  • SEO – Reinderização Server Side
  • Linguagem JSX
  • API Declarativa

Se não doi, não tem que mexer!

Comentários: Palestra muito técnica e bem organizada. Tem ótimos conhecimento sobre o assunto e respondeu com propriedade as perguntas. Poderia ter mostrado um Demo pois sobrou tempo.


Micro Serviço muito além da teoria. A prática da concepção ao deploy (André Nobre – It Manager da CNova)

Falou sobre o conceito de micro serviço e quando realmente deve ser aplicado. Qual o lado negativos de ser tão micro.

Comentários: Interessante, mas muita metodologia para um evento de DEV.


A difícil tarefa de ser TI numa empresa de varejo. Como manter forte a cultura e os times de desenvolvimento (Leonardo ‘Hacking’ Freire – IT Manager na Wine.com.br)

Falou sobre a cultura Agile dentro da Wine.com.br e suas vantagens.
Atendimento interno para ficar próximo do cliente.
Eles que criaram a Giran. Ela está se juntando com a Wine e fechando as portas.

Golden Circle TED (assistam)

Comentário: Interessante, mas não para um evento de DEV.

Categorias:Eventos

Splunk Day 2015 – São Paulo

Segue um rascunho sobre a o Evento Splunk Day 2015 – São Paulo que aconteceu dia 12 de Agosto.

———

Haiyan Song
Senior Vice President, Security Markets (Mitsubishi Motors)
Splunk – See more at: http://live.splunk.com/saopaulo?#sthash.401BnWEZ.dpuf

Arquitetura do Splunk (https://practicalanalytics.files.wordpress.com/2012/03/splunk.jpg)
Modos de usar (Download – Versão 15 dias grátis / AMI da AMAZZON / Sandbox Online)
Versões do Splunk
– Hunk (Splunk + Haddop)

Case de Ferrovia de NY
——————-

Jean Tomáz da Silva
Analista de Segurança da Informação Sênior
MMC Automotores do Brasil LTDA – See more at: http://live.splunk.com/saopaulo?#sthash.401BnWEZ.dpuf

Utilização do Splunk na monitoria de infra
– Controle de login
– integração com VOIP
– Monitoria de acesso a internet
——————-

Augusto Pierzynski
MarketPlace Specialist and Product Owner
Walmart eCommerce

——————-

Ricardo Oliveira
Senior Software Engineer
99Taxis

Controlando toda a operação via Splunk
Controle de:
– Tickets
– Cancelamentos
– Medindo Ranking dos Taxistas e clientes
– Distância média de aceitação de uma corrida
– Integração com Maps do Google
– NewRelic não mostrava nenhum erro e Splunk “abriu as portas do inferno”
– No futuro eles querem disponiblizar uma feature para indicar aos taxistas aonde existe mais oferta naquele momento.
——————

Geoffrey Martins
Empresa líder global em Óleo e Gás (ExxonMobil)

Empresa tem no mundo 75 mil funcionarios
Certificado splunk e professor do bootcamp brasil em portugues (já aconteceram 2 em portugues)
Responsável por organizar a bagunça do Splunk dentro da empresa
Mais de 1 splunk dentro da empresa
Não tinham visão de quem utilizava o Splunk
Splunk roda em qualquer máquina e é muito rápido
Dificuldade de convencer os departamentos de que é importante compartilhar dados do seu departamento
Power Users – Comunidades de Splunk dentro da empresa
Power users devem ser incentivados a criar
Power Users que conheçem melhor do que ninguém como estão os dados. A equipe do Splunk apenas explica o que pode ser feito na ferramenta.

Data lake
Exibição de arquitetura do Splunk dentro da empresa
Controle de escrita na ferramenta
Documente os logs
Equipe dedicada a cuidar do splunk e evangelizar os outros
Sanitização de dados (6 meses morre o log)

15 Forwarders do mundo todo escrevendo em um único local.

Case de sucesso do RFID (Campus)
Case de sucesso de monitoria de vida útil de peças a serem trocadas (comando predict)
——————-

Fábio Caldas
Senior Software Engineer
VTEX

Mapeamento de campos
Criação de APPs no Splunk
Cada time fica responsável sobre seus APPs
——————-

Marcello Zillo
Superintendente de Segurança e Riscos Tecnológicos
Produban/Grupo Santander – See more at: http://live.splunk.com/saopaulo?#sthash.gZNQMghK.dpuf
– Testes de segurança controlados colocando um vírus real na rede e medindo o tempo de resposta operacional
– Aplicação para desbloqueio de usuários
– Implantação da versão Hunk (Haddoop)

Categorias:Eventos

Google Expert: Training Day

google_exptrainingday

O Google organizou um treinamento gratuíto em várias salas de cinema em todo o Brasil. É o Google Expert: Training Day.
Vão focar principalmente em AdWords e um pouco de analytics. E você pode se certificar fazendo a prova quantas vezes quiser sem pagar nada.
Quem não puder estar fisicamente, haverá um canal do YouTube exibindo online o curso.

Acesse: http://expertbrasil.withgoogle.com

Pra quem quiser estudar mais:
https://analyticsacademy.withgoogle.com/preview
http://analytics.blogspot.com.br/

Categorias:Eventos, Uncategorized

Coursera.org

30/05/2012 1 comentário

O site https://www.coursera.org/ oferece cursos de diversas matérias (Humanities and Social Sciences, Healthcare, Medicine, and Biology, Computer Science, etc.) de grandes faculdades do mundo todo como Stanford University, University of Michigan, etc. E os professores responsáveis pelos cursos também são muito bem conceituados.
E muito interessante: DE GRAÇA.

A lista completa de cursos está em https://www.coursera.org/courses.

Aproveitem

Categorias:Dicas, Eventos

Início do evento e a primeira impressão é muito boa. Como de costume acabei chegando cedo, mas é bom que da pra aproveitar o café da manhã e conhecer a estrutura do evento. Encontrei o Luciano Condé tomando um café rápido e correndo para ajudar na finalização das suas tarefas para a apresentação inicial. Inusitadamente encontrei um antigo amigo de faculdade que está trabalhando no stand do Windows phone. Atualmente ele tem uma consultoria que organiza treinamento e contatos comerciais com os principais canais.

Abaixo coloquei as anotações que fiz durante o evento. Nem sempre muito bem formatado, mas dá pra ter uma noção. J

Na General Session iniciada por Michel Levy, presidente da Microsoft Brasil, Levi sempre falou para os presentes e para as 35 mil pessoas que estavam online assistindo em toda américa latina.

Novidades para 2011 e os principais pontos focados:

Falou-se sobre o início da fabricação do Xbox no Brasil.

Microsoft Technology Center em novembro. Parceiros e cliente s podem ver novidades e testar produtos.

Estratégia de serviços na nuvem para múltiplos dispositivos.

Profissional de ti precisa conseguir disponibilizar aplicativos em qualquer plataforma.

Dai rolou um pouco de lavagem cerebral nas apresentações.

Roberto prado diretor de competividade da Microsoft falou sobre o crescimento do país e existe mercado para o Brasil crescer mais e mais rápido.

Profissional de ti e protagonista ou coadjuvante?

Cidade sustentável (exemplo da NF eletrônica). Crie novos impactos.

UOL lança esse ano a computação na nuvem.

Exchange na nuvem lançado a pouco tempo.

Office também na nuvem.

No SQL Server que será lançado no inicio de 2012 (codinome “Denali”), integração com cloudcomputing, BI em olap ou modelo tabular, inovação na visualização de dados.

Tecnologia Always On – Redundância.

Relatórios web para área de negocio. Parecido com o qlickview.

Comparação de períodos em gráficos animados.

Busca de informações na web via Azure.

Luciano condé

Azure – sistema operacional na nuvem

Alta disponibilidade

Sql azure

Windows Azure AppFabric

Serviço de smoth streaming

Templates do Visual Studio para Azure

Windows phone codinome mango

Apresentação

Blocos dinâmicos em vez de ícones

Serviços sociais agrupados na mesma aplicação.

Internet explorer 9.0.

Marketing Place. Subir aplicações.

Hub de musicas com aplicativos integrados. Lycris, youtube…

Xbox live no celular.

Multitarefa no sistema operacional.

Office 365

Sucessor do bpos.

Será lançado dentro de algumas semanas.

Lynx – tradução simultânea

Apresentação do Xbox e Kinet

Terapia na aacd com Kinet

Hiper-v with fiber channel.

Migração simples para outras máquinas virtuais

—————————————————

Consumerização de ti

Fernando caverna

Danilo Gordini

Essa palestra foi muito ruim e cansativa. Depois de 10 minutos os dois palestrantes estavam sendo repetitivos.

No passado a área de ti indicava uma nova tecnologia. Atualmente o usuário trás o device/tecnologia que deseja utilizar.

Governança e infraestrutura – System Center 2012: Política de segurança, Gerenciamento de varias plataformas moveis.

VPN no iPad para acesso a toda a rede corporativa.

3 pilares

  • Gerenciamento de dispositivos
  • Cludcomputing – win azure, data Center – parecido com a Amazon ws.
  • Hiper-v

Integração com outras plataformas – monitoramento de aplicações  .net.

Analise de performance entre aplicação, infra, bd.

Exemplo dos filhos brigando no quarto. Você houve o barulho mas não sabe o que está acontecendo. O System Center faz o papel de mostrar o que está acontecendo na sua rede.

Integração com Windows phone 7.

————————————-

Plataforma web Microsoft – infinitas possibilidades
Murilo Curti
Rogério cordeiro

 

Clients – internet explorer

Desenvolvimento web preparado para mobile

Servidor – iis express

Aplicações rodam na nuvem? Alta disponibilidade.

Sql azure

Mvc 2 para 3 tiveram poucas alterações.

Mvc 3 com suporte para html 5

Razor  sintaxe (http://weblogs.asp.net/scottgu/archive/2010/07/02/introducing-razor.aspx) que diminui as tags html www.asp.net Mvc 4 focado em mobile Nuget.org

  • Oficial Packages – Enttityframework 4.1
  • Codefirst
  • Web matrix
  • Web plataform instaler
  • Windows web app galery

Www.ie6xountdown.com

Testar em vários browsers ferramenta super preview Ie 10 tem versão para usuário e developer.

Html 5 exemplo do Tron feito pela Disney.

CSS 3

Site html 5 labs – plugin com socket via browsers.

Windows azure emulador

————————————-

Team foundation server 2010

Ramon Durães

 

Ferramenta disponível para rodar em cloudcomputing.

Gateway de check-in para não permitir liberação de códigos que não passarem pelos testes automatizados.

Testes de cobertura

Code metrics

Analise de arquitetura – policie no checkin Tfspreview.com

———

Melhorando seu código

Fábio Vasquez
Cezar Guimarães

Clean code

Complexidade ciclomatica

————————————-

Atualizando suas habilidades de programação com linguagem c# para ser um desenvolvedor mais efetivo.

Rogério Moraes de Carvalho

 

Evolução da linguagem c#

Interessante utilizar chamada assíncronas com wpf.

Propriedades async e await.

————————————-

C# e visual basic future: async made simple Giovanni bassi (lambda3)

Mesmo conteúdo da palestra anterior

Exemplos no site do lambda3

Arquitetura de referencia na plataforma ms e Windows azure Alexandre Ricardo nardi

Caso da Winchester Mystery House construído sem ajuda de arquitetos.

Pilares

  • Desenvolvimento
  • Integração
  • Segurança
  • Hospedagem
  • Armazenamento
  • Gerenciamento

Arquitetura geral de serviços.

Windows Server AppFabric

Workflow foundation

Livro Microsoft application pattern guide

Arquitetura de referencia corporativa.

Pontos:

Capacidade da plataforma que são criticas.

Trabalhar com modelos de grupos de capacidades.

Adotar arquiteturas de referencia para tipos de aplicações e cenários diferentes.

Azure – paas plataforma as services

Sql azure

Http://windows.azure.com

——-

Hospedagem de servicos e workflow com o windows server AppFabric

Caio Chavez garcez

 

Was – usado para grandes mensagens. Normalmente tcp/ip

Appfabric

  • Gerenciamento
  • Monitoracao
  • Tracking
  • Persistencia
  • Escalabilidade

Appfabric = middleware entre dados e aplicação
Compositor de aplicações
Infra escalável

Extensao do iis

Gratuito

Necessita do framework 4.0

Configuracao de Nivel de monitoracao. (monitoring level). Pode degradar performance.

Configuaçao de wcf trace no appfabric.

Configuração  de workflow persistence.

Workflow host management

Tracked events do wcf. Log de passo a passo do wcf.

——–

Aplicacoes de alto desempenho e cache distribuído com windows server appfabric

Daibert

 

Tipos de dados

Dados de consulta

Dados transacionais

Dados distribuídos

Estratégia de cache dependendo do tipo de dado.

Cache distribuído (particionado)

Cache particionado com cache local

Cache de Alta disponibilidade (replica o cache nas outras farms). Chama-se região secundaria. Rotas no web.config.  Menos memoria, mais disponibilidade.

Cache replicado – major performance.

Integração com system center. Configura para colocar/retirar maquinas automaticamente em produção.

Estratégia de expiração de informação.

Memória física é mais barata que storage, tendendo o mercado para cache.

Ferramenta esta na versão 1.0

Versão 1.1 será disponibilizada em breve.

Future

Read write throught

Graceful shutdown – control de replicação de dados antes do desligamento

Domain accounts

Compression – hoje não é comprimido. Será configurável no web.config.

Multiple cache client application configuration section.

——–

Integracao entre epm e alm

Marcelo hideaki azuma (itgroup)

 

Gestao de projetos

É necessário manter o sistema ativo e no ar.

Tempo, prazo, custo.

Tempo de vida de um projeto varia de meses e chega a décadas.

Pensar de forma mais estratégica.

Lista de tarefas vs prioridade.

Gerenciamento de capacidade de entrega. Escalabilidade.

Project server vs tfs 2010

Project Server 2010

Gerenciamento de demandas

Epm permite criar indicadores para priorizar os projetos.

Gestão de portfolio.

Recurso de workflow.

Relatório de alocação por recurso.

Time sheet

Tfs2010

PBIs

User stories

Work ìtens

Relatório burndown

Histórico de bugs

Relatório de qualidade.

Juntando os dois softwares.

Project professional addin com vsts

Microsoft team foundation server 2010 and projects server pack.

——–

Criando aplicações prontas na nuvem.

Regis Gimenis

 

Windows Azure

Virtualização

Padronização

Resiliência (física: capacidade de voltar ao seu estado anterior).

Elasticidade

Monitoração

Automação

Modelo de serviço na nuvem

Iaas infrastrucure

Paas plataforma

Saas service

Decomposição funcional

Decomposição lógica

Topologia (web/worker)

Avaliação de uso de recursos

Padrões de cargas – unidade de escala

Documento: The Windows azure programing model

Aplicação roda sobre uma ou mais rules

Múltiplas instâncias

Livro: moving applications to the cloud

Windows Azure Connect (ainda não disponível em produção)

Windows azure platataform appfabric

App service bus

Appfabric host

Appfabric cache

Appfabric access control service

———–

Mvc, mvp, mvvm

Patterns: divisão de responsabilidades.

Model, view, controller.

Modularidade

Flexibilidade

Testabilidade

Mantenibilidade

 

—————

Conclusão:

Vejo que esse ano houve muita ênfase para os produtos:

  • SQL Denali
  • System Center 2010
  • Windows Phone 7
  • Windows Azure
  • Hiper-V

Como sempre trabalhei com Web, escolhi palestras voltadas para esses assuntos e me decepcionei com a maioria delas. Várias palestras mostrando os mesmos slides e dando introduções muito longas a tecnologias utilizadas a alguns anos como WCF, WPF, etc. Foram poucas as palestras “Deep Diving” aonde a introdução era rápida e conteúdo realmente interessante era apresentado.

Um amigo DBA assistiu praticamente às palestras voltadas para banco de dados e curtiu muito o evento. Na minha visão, houve muito mais foco em DB e System Center do que desenvolvimento. Das várias palestras sobre Azure, apenas 1 mostrou uma aplicação rodando e simulou um acesso a base de dados externa. O resto ficou só no conceito, uma coisa que a maioria do pessoal já conhece.

Na minha opnião deixou muito a desejar. Vamos ver se ano que vem, com o lançamento do Framework 4.5 e C# 5.0 as palestras melhoram.

Pontos fortes:

  • Boa estrutura
  • Cadastramento inicial muito rápido e organizado Café da manhã simples mas gostoso.
  • No kit veio um promocode: free one week online trainning pass no site da pluralsight.

Pontos fracos:

  • Café da manhã tem como Salgado somente pão com queijo e salame. Está uma delícia, mas coitado de quem não gosta de salame ou é vegetariano.
  • Não teve comida de manhã no segundo dia… só as 09:30.
  • Poderiam melhorar na decoração e apresentação dos estandes. Vou indicar minha esposa… Hehehe…
  • O kit do evento tem uma sacola mixuruca com uma caneta e papeis promocionais. Não tem nem um bloquinho de anotações. Microsoft… por favor melhore nos próximos eventos, ok?
  • Banheiro nojento, cheiro ruim, sabonete líquido horrível e sem papel pra secar as mãos.
  • O coffee break da tarde foi uma zona… Acabou comida e bebida e foi servido em um espaço bem menor que o do almoço.

Obrigado!!!

Google Developer Day 2011

18/08/2011 1 comentário

Google Developer Day 2011 está chegando em SP (16 de setembro). Muitas palestras e conteúdos serão apresentados e vale o networking. A inscrição pelo site depende te uma confirmação por email para você realmente estar na lista de convidados.

Abraços

 


Categorias:Eventos