Início > Ferramentas, Scrum > Pivotal Tracker

Pivotal Tracker

A algum tempo escrevi sobre o scrummy.com. Atualmente aqui na empresa estamos utilizando o Pivotal Tracker e achei muito mais interessante. Nele é possível controlar o projeto seguindo a metodologia Scrum e modelos ágeis.

Assim como na outra ferramenta, os projetos públicos podem utilizar o Pivotal Tracker sem qualquer custo. Já para projetos privados, é necessário pagar uma mensalidade dependendo da quantidade de usuários.

Para um entendimento inicial mais interessante, existe um “Getting Stared” no link https://www.pivotaltracker.com/help/gettingstarted que é muito bom. Dá uma boa noção sobre a abrangência da ferramenta.

Os principais pontos positivos na minha visão são:

  • Controle de usuários aos projetos
  • Configuração do projeto
    • Time Zone
    • Tamanho da iteração (em semanas)
    • Ponto de escala (power, linear, Fibonacci ou Custom). Em alguns projetos utilizamos o Custom e colocamos em horas.
    • Configuração inicial da velocidade, ou seja, quantidade de pontos da escala possíveis de entregar em cada iteração (Sprint)
    • Estratégia de velocidade: A cada “n” iterações o software analisa a sua média de entregas e recalcula sua velocidade
    • Projeto
      • Criação de Histórias (Feature, Bug, Chore, Release)
      • Pontuação
      • State (Started, Finished, Delivered, Accepted, Rejected)
      • Requester (quem criou a histíoria)
      • Owner (responsável por entregar a tarefa)
      • Labels (bom para filtrar grupo de histórias.
      • Criação de Tasks
      • Histórico de alterações da história
      • Anexar arquivos
      • Workflow de tarefas
      • Configuração de envio de e-mail sempre que alguma tarefa é alterada
      • Icebox track
      • Report de progresso/histórico.

O que pode melhorar:

  • Controle de impedimentos: hoje não existe uma fila para impedimentos. A melhor forma de contornar isso é utilizando um label, ou colocando na track “icebox”.
  • Normalmente no Scrum existe um PBI (Story) que contém várias tarefas. O tempo é calculado em cima de cada tarefa. O Pivotal Tracker trabalha diferente, aonde existe o peso da “story” e as tasks apenas para controle do que deve ser feito.

Existe a versão para IPhone e IPad (https://www.pivotaltracker.com/tracker-for-iphone-and-ipad)

Como conclusão, é uma ferramenta muito boa e está melhorando nosso controle de projetos e comunicação com o cliente.

Anúncios
Categorias:Ferramentas, Scrum
  1. Marcio
    02/04/2012 às 9:38

    Guto muito bom este gerenciador de projetos. A algum tempo, já na época da Officer eu utilizava o https://www.gravitydev.com/, Também segue a mesma linha, só que ele é mais simples de utilizar. Aqui na empresa estamos usando em uma equipe pequena (4 pessoas) com metodologia Scrum, e o gerenciador tem satisfeito bem as nossas expectativas. Segue a dica de mais um gerenciador de projetos para você.

    Abs

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: